Audiência Pública discute permanência da Ceasa em Natal

Foi realizada na manhã desta terça (25) uma audiência pública na Câmara Municipal para debater a permanência da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa/RN). O encontro foi de iniciativa dos vereadores Júlio Protásio (PDT), Aroldo Alves (PSDB) e Luiz Almir (PR).  A audiência teve a participação dos permissionários, representante da Promotoria do Meio Ambiente, do Governo do Estado, da Fecomércio, e da Associação de Atacadistas.

“A Ceasa tem uma função social importante na cidade porque emprega mais de 4 mil trabalhadores, gera impostos que reflete na capital, abastece os estabelecimentos comerciais e órgãos públicos de Natal. A posição da Câmara e da Prefeitura do Natal é a permanência da Ceasa em Natal”, afirmou o vereador Júlio Protásio.

Na audiência, que teve a participação dos permissionários, da representante da Promotoria do Meio Ambiente, da Prefeitura do Natal, da diretoria da Ceasa e dos representantes do Governo do Estado, foi afirmado pelos representantes do governador que havia interesse do chefe do Executivo estadual de transferir a Ceasa para Parnamirim, mas, que será revista a situação, e asseguraram na audiência a manutenção da Ceasa em Natal.

O diretor da Ceasa, Theodorico Bezerra, declarou que sempre foi contra a ida da sede da instituição para outro município. “Na minha opinião a melhor solução sempre foi a realização de reformas no prédio. Porém, faço parte da equipe administrativa do governo e respeito a hierarquia. Por isso, acredito que a intervenção do Ministério Público foi fundamental para alinhar todos os posicionamentos em prol da manutenção do equipamento aqui em Natal”, analisou. Segundo ele, o governo deveria se preocupar mais com saúde e educação, e permitir que a Ceasa seja administrada pela iniciativa privada.

Ana Cláudia Souza, representante da Promotoria do Meio Ambiente, falou que a drenagem e o esgotamento sanitário são essenciais para evitar contaminações nos alimentos, influenciando na qualidade dos alimentos e na saúde das pessoas. “A expectativa é que o acordo firmado com o Governo do Rio Grande do Norte seja cumprido dentro do prazo estabelecido”, frisou.

Por fim, o diretor financeiro da Associação dos Usuários Atacadistas da Ceasa, Antônio da Costa, disse que a convocação da Câmara Municipal influenciou diretamente na decisão do governo, porque mostrou que o povo de Natal quer que a Central de Abastecimento permaneça na cidade. “Peço aos vereadores que continuem vigilantes, tendo em vista que se as obras de adequação acordadas junto ao Ministério Público não forem concluídas o prédio pode ser interditado”.

Exibindo AUD. PÚBLICA CEASA (24) (1).JPG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s