PC do B recomenda que deputada Cristiane vote contra pacote de medidas enviadas por Robinson a AL

Anúncios

Ingovernabilidade

O Governador Robinson Faria está pagando o preço do seu próprio erro cometido a pelo menos três anos atrás.

Ao assumir o governo do estado, Robinson sabia das dificuldade, da arrecadação caindo, da previdência, do impacto dos planos de cargos e carreiras…

Sabia de absolutamente tudo, principalmente para quem se dizia que estudou o Rio Grande do Norte, estudou sobretudo a segurança pública. 

Ao ver a bomba estourar no seu próprio colo, anuncia o pacote de maldades, com impacto direto ao bolso dos servidores, aumentos e mais aumentos.

O Rio Grande do Norte QUEBROU. 

Márcia diz que só agora Robinson tomou atitude de organizar as finanças do estado 

Da Deputada Márcia Maia sobre os pacotes fiscais proposto pelo Governo Robinson a Assembleia. 

 Lamento que o governador tenha passado três anos e praticamente no final da gestão apresente um pacote de medidas com a justificativa de sanar as dificuldades financeiras do Rio Grande do Norte, quando ele mesmo admite que encontrou a gestão ‘falida’. 

Mesmo diante desse cenário, ele não trouxe um plano efetivo, metas claras, apenas iniciativas pontuais, mas ineficazes. Por que deixar a situação chegar aonde chegou? 

Me preocupam diversos itens do pacote de medidas apresentado pelo Governo do Estado. O custo da máquina entre todos os Poderes precisa ser reduzido.

Não podemos mais ficar a mercê de um discurso de um Governo que ano após ano, apenas tem aprofundado a crise do Rio Grande do Norte. É preciso uma projeção real do reequilíbrio financeiro do estado a partir das medidas propostas, já que no final de 2015, o Governo promoveu o aumento de impostos com o argumento de que a situação seria controlada, mas a crise apenas foi ampliada, desde então.

Em meio à situação financeira no estado do Rio Grande do Norte e o atraso do salário dos servidores públicos, divido com vocês não apenas minha preocupação, mas ofereço também minha colaboração para tentar atenuar e por fim a essa crise sem que o servidor tenha que ser, mais uma vez, sacrificado.

Márcia Maia

Deputada Estadual