Julianne Faria pede desfiliação do PSD

Ex secretária da SETHAS, Julianne Faria, pede desfiliação do PSD. 

Informações que Julianne deverá se filiar no PTC. 

Anúncios

Prefeito Carlos Eduardo entrega alamedas nas Zonas Sul e Oeste de Natal

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), entrega a partir desta quarta-feira (13), áreas exclusivas para a prática de atividades esportivas. Ao todo, três equipamentos serão entregues à população: a Praça Aluízio Alves, na Cidade da Esperança; a Praça Bandeirantes, no bairro Lagoa Nova; e a Praça Alagamar, em Ponta Negra.
 
Os três equipamentos passaram por reformas a fim de adequar os espaços para a prática de exercícios físicos, além de estimular os moradores da região a um estilo de vida mais saudável. 
 
O cronograma de inaugurações começa às 19h desta quarta-feira (13), quando o prefeito Carlos Eduardo e o titular da Semsur, Jonny Costa, entregam a Alameda da Praça Aluízio Alves, no bairro Cidade da Esperança, entre as ruas Adolfo Gordo e Campina Grande.  
 
Amanhã (14), às 19h, a população receberá da Prefeitura do Natal a Alameda da Praça Bandeirantes, localizada entre as ruas Ricardo Criz e Honório Ribeiro Dantas, em Lagoa Nova.
 
Na sexta-feira (15), será a vez de Ponta Negra receber mais uma área exclusiva para atividades físicas. A Alameda da Praça Alagamar, localizada na Rua da Lagosta, será inaugurada às 19h.
 
As obras contemplaram a recuperação do passeio público, acessibilidade, revitalização estrutural de equipamentos, pintura geral, revisão na iluminação e paisagismo das três praças. Além disso, foram instaladas academias ao ar livre nas Praças Aluízio Alves e Bandeirantes. O custo total das obras foi de R$ 206.723,02.

A RESENHA: MUITO PAPO E POUCA EFICIÊNCIA

E poderia ser discurso de posse de secretários sem muita conversa, poderia ter sido uma posse mais discreta, tendo em vista que basicamente a única pessoa a sair do Governo foi a secretária da SETHAS e primeira-dama, Julianne Faria, porque embora assumam Eduardo Machado (DETRAN) e Estella Dantas (Relações Institucionais), os que deixaram os cargos foram remanejados. A saída da Sra Faria da gestão do marido, numa madrugada e anunciada numa rede social não vem ao caso neste texto.

O que chamou a atenção foi o discurso do governador, que disse começar agora uma reforma de secretariado. Talvez um aviso para os que estão. Aliás, um tanto quanto tardia se for de maneira geral (aqui não se deve contar as mudanças nas pastas de Justiça e Segurança, já com as contas perdidas nas trocas). Robinson Faria começou agradecendo ao PSDB pela indicação de Eduardo Machado, o que demonstra uma aliança já sendo formada. Algum pecado nisso? Nenhum, apenas fica claro que o governador pensa 2018 de forma mais explícita. E mais, embora acuse os adversários de terem parado em 2014, desde lá ele conta a mesma conversa onde chega, inclusive em reuniões, encontros, com estrangeiros, que não devem entender muito bem porque devem saber desses assuntos políticos tão locais. Ontem, 11 de dezembro, não foi diferente. O otimista governador relembrou 2014 e disse que vencerá a próxima eleição (dessa vez sem o PT e Fátima Bezerra ao seu lado nas ruas), e disse ter cumprido 80% das promessas de campanha e que até o final do mandato cumprirá os 20% restantes. Não se sabe como foi calculado esses 80% contados pelo governador. Curiosamente, o governador disse que luta para resolver a questão do servidor estadual, provavelmente se referindo aos atrasos de pagamento (de 25 dias para o Governo e de mais de 70 para os servidores) e pede aos secretários que abram as portas das suas secretarias para o povo. O governador não deve lembrar do episódio recente dos servidores da saúde na SEPLAN, que convidados ou não, foram retirados aos safanões, empurrões e algemas pela polícia militar, com pedido do Governo e autorização do judiciário.
Com uma certa fixação e aparente necessidade de autoafirmação, o governador lembrou (pela milésima vez) que Garibaldi Alves é chamado de “O Governador das Águas”; e Robinson quer mais, porque, segundo ele próprio, Robinson é ousado e sonhador, e disse que será não “só” o governador das águas, mas do turismo, da cultura, da educação, das conquistas sociais, da infraestrutura, do saneamento básico, e por incrível que pareça, disse que será também da saúde e da segurança. Apesar de não colocar o birô no Walfredo Gurgel, apesar dos índices de segurança serem os piores da história e ainda depois de “conhecer” como funciona a segurança na Colômbia, estudado segurança por 20 anos, apesar do HUB não ter chegado até agora, apesar dos números astronômicos esperados pelo turismo do estado nunca terem acontecido, apesar de tanta coisa, o governador crê que tem feito muito pelo Rio Grande do Norte. Quatro anos sendo vice-governador, ele foi candidato sem ter noção da seca que se apresentava no RN e sem pensar como amenizar a situação, sem ter noção da situação financeira do estado, quando dizia que falta “apenas” gestão”. Depois de eleito descobriu que essas coisas existiam e veio a crise econômica do Brasil, a crise na Petrobrás diminuindo os royalties, as poucas indústrias indo embora e muitas sem conseguir conversar com o gestor maior do estado para discutir vantagens fiscais e não mudarem de estado, logo com o governador do diálogo dificultou tudo. Talvez o pensador que inspira o governador o tenha convencido que bocas de fumo davam mais lucro que essas empresas cheias de vantagens fiscais que empregavam diretamente 200 famílias, e indiretamente mais de 450.
Por fim, o entusiasmado governador disse que não teme adversários, que não liga para adversários, não perde tempo com os adversários (embora fale muito neles), disse que os caciques (parecendo uma apropriação indevida da frase da ex-governadora Wilma de Faria) estão se unindo. Pena que desde 2014 Robinson esqueceu o quanto viveu grudado naqueles que ele chama hoje de caciques, as vezes que caminhou ao lado deles, e esqueceu que família tradicional com mandato também é a dele. Robinson crê que seu pior inimigo é o tempo. Tempo este para mostrar seus números, já não muito acreditados pela população. Ao que se percebe o tempo de três anos não foi suficiente para a população perceber o funcionamento da gestão daquele que disse que seria o melhor governador da história do RN. Na verdade, pelo que se ouve nas ruas, o pior inimigo do potiguar também é o tempo, o tempo que falta para chegar 31 de dezembro de 2018 e Robinson de Faria sair da giroflex sem deixar saudade.
VIA PORTAL A RESENHA

Câmara Municipal vota nesta quarta-feira (13) projeto que permite bloqueio de ruas em Natal

A Câmara Municipal de Natal votará nesta quarta-feira (13), em segunda e definitiva discussão, o projeto Bairro Seguro, que permite o bloqueio de ruas residenciais para a melhoria da segurança na capital potiguar. A proposta é da vereadora Nina Souza (PEN), líder do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) no Legislativo. O Bairro Seguro foi aprovado em primeira discussão nesta terça-feira (12). A sessão de quarta está prevista para começar às 22h30.

Segundo a proposta, a prefeitura precisará expedir alvará autorizando a “instalação de equipamentos de sinalização e bloqueios em vias públicas, nos bairros considerados de zoneamento residencial, desde que não utilizados pelo sistema viário principal e pela rede estrutural de transporte coletivo”.
Ainda de acordo com o projeto, a instalação dos bloqueios precisará ser subscrita por 70% dos proprietários daquela localidade, mediante representação do conselho comunitário. Os bairros onde não estejam com o conselho comunitário regular, os moradores precisarão escolher um representante.
Os cidadãos interessados em melhorar a segurança de suas vias precisarão apresentar projeto físico de edificação dos bloqueios, com a finalidade de impedir o tráfego de qualquer veículo ou limitar o tráfego de veículos pesados, especificando as dimensões e o tipo de material a ser utilizado, com a proibição de qualquer vedação ao livre acesso pelas vias principais por qualquer tipo de veículo ou pessoa.
Conforme o projeto, os custos dos equipamentos, da instalação e manutenção dos equipamentos serão custeados pelos munícipes requerentes, cabendo a Prefeitura tão somente a fiscalização. Caso haja qualquer tipo de irregularidade na instalação, execução dos serviços e manutenção dos equipamentos, a Administração Pública Municipal notificará o representante escolhido pelo bairro ou o conselho comunitário, para que num prazo não superior a 60 dias tomem as providências necessárias.

Luiz Gomes perde comando do PEN no RN 

INFORME URGENTE AOS DIRIGENTES E FILIADOS PEN/RN

Cumprindo o dever de informar aos Parlamentares, Dirigentes Estaduais, Municipais do PEN51, Juventude Ecológica e PEN Mulher, e ainda aos colaboradores, simpatizantes e amigos que estiveram lado a lado na construção do Partido Ecológico Nacional no Estado do Rio Grande do Norte, exponho meu profundo desencanto com a atitude desleal, desrespeitosa e aética da Direção Nacional que na curva da noite destituiu a Direção Estadual do Partido sem qualquer comunicação.

Nobres, dignos e leais colaboradores presentes nos Diretórios em 89 cidades do RN, que por mais de 5 anos trabalharam e dedicaram incansavelmente para a construção de alternativas políticas dignas e coerentes baseadas no respeito e lealdade, em sintonia com as nossas idéias e com as necessidades da população do RN, a vocês minha gratidão e certeza de que a Luta segue e vamos renovar na política com homens e mulheres que respeitem a ética, a moralidade, defendem as liberdades democráticas, o direito das pessoas e pugnem pelo bem comum.

Por isso, tornamos público o fato e ato da Direção Nacional do PEN PATRIOTA, manifestando de forma veemente, com profunda decepção, tristeza e indignação, pela forma desprezível com que a direção nacional do partido tratou toda a trajetória da Executiva Estadual do PEN do RN, ao decidir mudar o nome da Sigla, Estatuto, Programa, Ideais e sobretudo destituir seus membros Dirigentes do RN, sem o mínimo respeito e consideração com quem construiu a sua história.

A nossa conduta e postura histórica de consciência balizada nos princípios republicanos e democráticos, com reconhecimento dos esforços despendidos não apenas pelo presidente do partido, mas sim por todos que sempre acreditam nas propostas e projetos de verdadeira mudança com políticos leais, honestos e honrados e comprometidos com um país mais justo, democrático e desenvolvido social e economicamente.

O caminho da renovação e participação na política não acabou, unidos seguiremos na luta com os mesmos e firmes propósitos no combate a corrupção, na defesa da democracia, da cidadania plena, dos direitos e garantias constitucionais, na construção de uma nova esperança alicerçada na moralidade, probidade e respeito a coisa pública.

LUIZ GOMES e Filiados do ex-Partido Ecológico Nacional – PEN/RN

Robinson volta a dizer que será o Governador da Segurança

Durante discurso na solenidade de posse dos novos Secretários, o Governador ainda está em 2014. 

Robinson disse que será o governador das águas, do turismo, do saneamento, das conquistas sociais, da educação, da saúde (ele não botou birô no Walfredo), da segurança, disse ainda que cumpriu com 80% das promessas de sua campanha.